Belregard: Entre a Cruz e a Espada

Alcool, Orgia e Insanidade

- A festa no bordel foi bem divertida para lhe dizer a verdade, gostei muito, aproveitei alguns momentos intensos onde pude me "conectar" com o grupo, participando com todos em atos mais disinibidos e atitudes menos vigiadas e sem pudor. Me lembro de ver alguns dos amigos entre homens e mulheres sem se preocupar com o que acontecia… Me lembro de uma homem com uma máscara (apesar de parecer bem real) de bode fazendo atos sexuais com homens e mulheres. A bebedeira o fumo e o sexo foram de bom proveito para tirar o peso da armadura, o peso da perda e da dor, tirar a fádiga de cumprir missões insaciavelmente, uma noite no qual me senti menos carregado, pude ficar mais livre.. me lembro de ter abusado de uma mulher alcoolizada, ela não queria, no fundo eu sabia, mas idaí? Fiz valer minha vontade selvagem em dominar o corpo daquela mulher. Depois de um banho de semém deixei ela lá quase que incosciente com suas lembranças sendo consumidas pelo alcool.. Claro que não me orgulho disso, isso até me perturbaria um pouco, mas logo deixo pra lá, afinal estávamos ali pra valer a depravação…o ruim é que eu gostei disso, e certamente vou me deixar levar eventualmente a esses encontros escusos.

- conversando um pouco sobre depravação com Valak. 

Comments

jnsbmm lptm

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.