DEGENERADOS

Sempre se ouviu falar sobre homens solitários que abandonaram o convívio social e partiram para os ermos, para as matas, em busca de iluminação. Alguns tornaram-se grandes sábios, retornando com valiosas lições de humildade, quase sempre inspirados no que foi deixado pelo Puro Alec. Mas nem todos conseguem alcançar esta luz, muitos tornam-se loucos, continuam solitários ou se juntam a outros perdidos em paródias deturpadas de uma sociedade caótica e profana. Na Belregard moderna existem muitos destes desgarrados que representam um perigo para os viajantes incautos. Tocados pelos miasmas do mundo, os Degenerados fogem do Imago Dei, a forma perfeita dada ao homem pelo Criador, quando não na carne deturpada, na mente distorcida e, por isso, são considerados portadores de almas animais. Desse modo, não recai sobre executores qualquer pena de punição quanto a morte de um Degenerado, sendo tratados como cabeças de lobo pela sociedade.

<meta />

DEGENERADOS

Belregard: Entre a Cruz e a Espada jnsbmm jnsbmm